Você está vendo o preview de um conteúdo premium Torne-se um Insider para ler o artigo inteiro.
Infraestrutura > Rede

Uso de WANs definidas por software deve crescer 90% até 2020

Estudo da Forrester Research revela que somente nos EUA 64% das empresas planejam implantar ou substituir a WAN tradicional por uma solução SD-WAN nos próximos 12 meses

15 de Julho de 2017 - 00h12

Estudo da Forrester Research revela que somente nos EUA 64% das empresas planejam implantar ou substituir a WAN tradicional por uma solução SD-WAN nos próximos 12 meses

As redes WANs definidas por software (SD-WANs) são uma nova abordagem para projetar e implantar uma rede de longa distância corporativa que usa software para determinar a maneira mais eficaz de encaminhar o tráfego para locais remotos. Para os líderes de TI, as SD-WANs podem ajudar a resolver os problemas de desempenho de aplicativos que consomem muita a largura de banda, sem a necessidade de upgrades de infraestrutura dispendiosos associados a uma WAN tradicional.

Apesar de tratar-se de um conceito relativamente recente, 64% das empresas nos Estados Unidos planejam implantar ou substituir a WAN tradicional por uma solução SD-WAN nos próximos 12 meses, de acordo com o estudo “Business Technographics Network & Telecommunications Survey, 2016”, da Forrester Research.

Um relatório da IDC aponta, inclusive, que a demanda por redes mais ágeis, impulsionadas pela tendência de migração de aplicações para nuvem e a mobilidade, deve impulsionar o crescimento das SD-WANs, que devem apresentar uma taxa média de crescimento composto anual (CAGR, na sigla em inglês) de 90% até 2020.

Um olhar rápido para a TI e a realidade corporativa explica o boom estimado para as SD-WANs. Se perguntar aos CIOs e administradores de redes o que ele mais precisam hoje para melhor apoiar os usuários, eles provavelmente listarão necessidades semelhantes — visibilidade maior de suas WANs, incluindo uma imagem mais precisa sobre como os aplicativos que estão sendo executados e quanta largura de banda eles consomem, e uma maneira mais simples para priorizar esses aplicativos, sem depender de um provedor de serviços para esse monitoramento. De modo geral, eles desejam desesperadamente provisionar a expansão das ramificações locais para atender a demanda dos usuários por conectividade em alta velocidade à WAN, sem quebrar o orçamento com os custos elevados de infraestrutura e o gerenciamento contínuo. Ironicamente, alguns locais têm largura de banda para poupar, enquanto outros são consumidores vorazes de largura de banda.