TI na Prática > Rede

Nap IT garante eficiência nos negócios com ferramenta de monitoramento de rede

Integradora de redes implanta solução PRTG Network Monitor para garantir desempenho e disponibilidade das infraestruturas de TI

10 de Janeiro de 2017 - 11h52

Às voltas de ter um sistema de rede que suportasse plenamente as informações que circulam por ela diariamente, a Nap IT Network Solutions, empresa brasileira especializada em redes corporativas e integração de soluções de TI, decidiu potencializar a sua infraestrutura e adotou o PRTG Network Monitor, ferramenta de monitoramento de rede da Paessler AG.

“Após diversos testes em projetos pilotos, escolhemos o PRTG por ser uma solução de monitoramento completa, de fácil configuração e instalação. E, além disso, como implementamos soluções com equipamentos Cisco, os recursos de Netflow e o grande número de sensores prontos dedicados a este fabricante são muito utilizados e nos ajudam a estabelecer indicadores de capacidade e de uso da rede de computadores”, explica Klaus Engelmann, engenheiro de rede da Nap IT.

No mercado desde 2011, a Nap IT atua com uma metodologia de atendimento consultivo, por meio do conceito de tuning de rede, que customiza as tecnologias para entregar redes de alto desempenho, com a melhor relação custo-benefício. Sua vantagem é fazer com que os equipamentos operem de forma redundante e com alta performance, evitando o investimento em novos equipamentos quando não necessário.

De acordo com Engelmann, com o PRTG, a empresa conseguiu obter informações proativas dos indicadores de uma rede ou sistemas, de forma que os incidentes são tratados antes de causar impacto aos usuários. “Também criamos o histórico de uso de uma rede de computadores e sistemas, para estabelecer os padrões de utilização e a capacidade da rede, e assim entender o quanto está dentro de seu comportamento normal ou não.”

Com o PRTG instalado em dois servidores que operam com o Windows Server 2012 e o Windows Server 2008 R2 com máquinas virtuais de 8 GB de RAM, a Nap IT configurou cerca de 500 sensores que monitoram aproximadamente 300 switches, 120 roteadores e 20 servidores instalados no datacenter dos clientes, com IP-SLA que valida o tempo de resposta das aplicações e a sua disponibilidade.

O monitoramento acontece nas redes internas (switches, servidores) e externa (roteadores, enlaces de internet), sendo que os sensores mais utilizados são NetFlow, IP-SLA, ICMP, Bandwidth e também o sensor HTTP Advanced que monitora o código-fonte de uma página da Web e pode mostrar tempo de carregamento, bytes recebidos e velocidade da largura de banda. A equipe de TI da Nap IT utiliza a ferramenta PRTG no dia a dia, preferencialmente, por meio da interface Enterprise Console. As outras opções em uso quando necessárias são as versões do PRTG para Web-Interface e Mobile-Interface. 

Mais Lidas

Atualmente, o foco das implementações da Nap IT é a utilização da solução PRTG para monitorar equipamentos e serviços de redes de computadores. A ferramenta  foi utilizada em dois projetos maiores: migração do provedor de WAN, para estabelecer um padrão de uso da rede WAN e monitorar a sua disponibilidade, além da renovação da rede LAN de forma a monitorar sistemas e atuar proativamente contra incidentes.  Entre os recursos mais importantes do PRTG, apontados pela Nap IT, estão NetFlow, IPSLA e Cisco Health Status.

“O PRTG ajuda a gerar alertas sobre incidentes que impactam as operações de redes de nossos clientes”, explica Engelmann. “Dessa forma são evitadas lentidão e indisponibilidade das infraestruturas de TI, o que no caso de clientes que atuam com vendas para o varejo é algo essencial para garantir a continuidade dos negócios”, acrescenta.