TI na Prática > Aplicativos, Varejo

Captura de dados por voz reduz custo e aumenta produtividade na Disdal

A distribuidora, que atua com atacado e varejo, pôde reduzir o quadro de operadores de coleta em 20%, com menores taxas de erro e de desperdício

24 de Outubro de 2016 - 17h00

A Disdal Distribuidora, com mais de 20 anos de atuação no atacado e varejo, com filiais em Rondônia, Acre, Goiás e Distrito Federal, adquiriu uma solução de captura de dados por voz para reduzir custos e aumentar a produtividade do seu Centro de Distribuição (CD). A solução contratada foi a de Voice Picking, da Seal Sistemas.

A mobilidade conferida ao usuários pela ferramenta e sua repercussão na produtividade foram algumas das razões da decisão de compra, segundo o diretor da Disdal, Clair Dal Berto. Para ele, o sistema permite ao usuário se manter focado em suas atividades, “diminuindo o número de erros e aumentando a produtividade individual e da operação como um todo.”

Antes da implantação do sistema, a operação de separação de itens era feita em papel, ou seja, o operador imprimia a sua lista de atividades, lia o que precisava separar, deixava o papel sobre a bancada e pegava o produto. Além de exigir muitos passos, o processo envolvida desperdício de papel, produtividade comprometida e um alto índice de erros na separação. Com a solução de voz, os operadores começaram a trabalhar com os olhos e as mãos livres, o que gerou, junto com o aumento de produtividade, a redução de três para dois turnos de coleta.

A empresa pôde reduzir o quadro de operadores de coleta em 20%. “A redução no número de funcionários na coleta de produtos permitiu à Disdal fazer investimentos mais estratégicos, melhorando nossa operação”, diz Dal Berto.

O executivo relaciona o que considera outros ganhos qualitativos derivados da aplicação, como a melhora no reabastecimento de picking, etiquetação, gestão de palets, economia de papel, economia com impressoras, fim de processos manuais como carimbar, organizar e arquivar documentos de coleta. Em síntese, a empresa adotou um novo processo operacional.

A Disdal também adotou o Kairos Middleware, software de gestão inteligente que mostra os resultados da ferramenta de Voice Picking em tempo real. Através da visão de operação do Kairos, a empresa busca aumentar a acuidade do seu sistema de coleta de mercadorias, além de premiar de forma mais justa seu time de separadores, que são avaliados de acordo com seu desempenho diário.

O executivo da distribuidora destaca, ainda, a visibilidade da operação, que antes era controlada por meio de planilhas, o que apresentava dificuldades para consolidação, rastreamento e interpretação de dados críticos. Atualmente, os sistemas da Seal Sistemas gerenciam as principais informações da operação, por meio de funcionalidades de separação, reabastecimento, inventário, entre outras. Também geram relatórios de análise de risco no atacado e projetos e planos de ações, criados pelos consultores nos atendimentos semanais, dando à empresa informações estratégicas do depósito de forma rápida e organizada para a tomada de decisão.

Mais Lidas

Visando o retorno do investimento no projeto, a Disdal já tem planos para expandir a ferramenta de Voice Picking e o Kairos Middleware para outros depósitos da empresa.